quinta-feira, 19 de julho de 2012

Direto de Chatillon: Entrevista de Cáceres.


Martin Cáceres foi o protagonista da coletiva de hoje no hotel em Chatillon, onde a Juve faz a preparação para a temporada. Confira a entrevista na integra.


Olá Martin. Tu és um jogador que pode cumprir diversas posições na defesa. Isto te dá uma vantagem sobre teus companheiros de setor? Esperas jogar muitas partidas este ano?

"Sim, obviamente sou um jogador que pode jogar em todas as posições da defesa. Esta é uma pergunta que cabe ao mister, mas quero jogar em qualquer posição, a coisa mais importante é jogar, esta é a verdade".

Qual a tua posição favorita? Depois, gostaria de te perguntar se nas férias você viu Suárez, se ele tge perguntou algo sobre a Juve ou se tu disse algo?
"A segunda pergunta... A verdade é que não falei com ele na seleção e não me perguntou nada sobre a Juve. Onde me agrada jogar... Zagueiro. Claro que também na lateral mas acho que vou melhor na zaga".

Vidal disse que vocês querem todas as competições. Esta é uma Juventus que pode vencer tudo? Como zagueiro, te pergunto, é mais difícil enfrentar alguém como Jovetic ou como van Persie...
"O que Arturo disse é o que todos nós queremos: Vencer. Será um ano diferente do que passou, porque agora jogaremos a Champions League e é um torneio muito difícil, mas a vontade e a fome de jogá-la, de fazer o melhor possível é tanta... Mas devemos ficar tranquilos, agora, já depois de uma semana estás correndo muito. A nossa cabeça está concentrada em fazer a temporada bem para o que virá. Sobre a segunda pergunta... O jogador da Fiorentina e o do Arsenal são bons jogadores. Não é que eu prefira um, mas van Persie é um jogador mais forte".
 
Tu conhece o ambiente da Juventus, conhece bem Suárez e Cavani. O que pensa Conte, como é o modo de ver e de jogar da Juventus, quem seria ideal para jogar no ataque junto de Vucinic? Cavani ou Suárez?
"Não tem um em especial. São ambos fortes, são companheiros de seleção e os conheço bem. Agora, mais Cavani porque joga no futebol italiano e o conheço melhor. Nos últimos dois anos demonstrou ser um grande jogador podendo fazer de tudo".

Na seleção com Cavani, falastes da SuperCoppa Italiana? O que ele disse? Achas que vocês são favoritos pelas aquisições feitas? O que pensastes quando soubesse da chegada de Lucio?
"Com Edi falei depois da final que perdemos, mas não muito, porque estavamos na seleção e tinhamos a nossa seleção na cabeça. Sobre Lucio... Tranquilo. A verdade é que devemos jogar muitas partidas, tem a Champions e devemos ser uma equipe, todos juntos".

O que se sente por dentro quando termina um treinamento duro como este de hoje? Como vives um treinamento duro como este? O que você e o Arturo fazem pra passar o tempo quando concentrados no quarto?
"Hoje corremos muitos, mas bem... A pré-temporada é assim, é dura, devemos estar concentrados ao máximo. E ainda falta bastante para voltarmos a Torino. Sobre Arturo, este ano estou com ele no quarto, é um grande jogador, uma grande pessoa, muito simpático. Mas não dá pra dizer muito dele, ele fala em campo".

Mas o que fazem, conversam..."Conversamos, não tem muito o que fazer (risos)". 


Entre os teus companheiros, tem a vontade de ir adiante em todas as competições. Enquanto no Barcelona, fostes avante em todas. Esta Juve te parece assim tão longe, apesar de não ter Messi? Te parece assim competitiva para ir tão longe?
"É difícil, obviamente estamos falando do Barcelona. No entanto, pelo que fizemos ano passado, creio que essa Juve possa fazer algo a mais. Agora estamos em retiro e devemos fazer o melhor possível e depois falar no campo. Obviamente que o que todos querem é ganhar o campeonato italiano e a Champions League".

Volto a falar de Lucio. Na terça, fizestes um primeiro tempo com ele e Masi. Como te pareceu o Lucio? As as primeiras sensações desta nova aquisição...
"Ele é um grande jogador, sempre foi bem nas equipes que jogou. Devemos ficar tranquilos, eu estou tranquilo, estou aqui para jogar na Juve. Ele ganhou tudo com a Inter e agora torcemos para vencer também com a Juve"

Tivestes também Guardiola como treinador. Tem alguma entre ele e Conte? O modo de trabalhar e de  treinar o time...
"Sim, creio que há um pouci de semelhança. As ambições de Conte, que é um grande treinador, me surpreendeu na temporada passada e agora. Claro que o futebol italiano é diferente do Espanhol. Espero que com Conte possamos fazer tantas coisas boas. O jogo é diferente porque o Barcelona joga de um jeito diferente em relação, mas creio que a ambição, a motivação e a vontade de vencer seja sempre a mesma".
Te peço uma análise sobre Asamoah. E se a partida contra o Napoli será uma revanche pela única derrota sofrida justamente contra o Napoli...
"Asa convenceu desde o primeiro dia que treinou conosco. É um homem a mais, não sofreu nada para adentrar ao grupo, é muito forte. Como todos os outros, espero que fará bem o seu papel. Sobre a derrota com o Napoli, nada... Isso é passado, devemos falar do que virá e devemos vencer a SuperCoppa".

Tem algum jogador que falta a Juve ou alguém que gostaria de jogar?
"Boa pergunta. É uma pergunta pro mister, não pra mim. Se tem um jogador que eu gostaria que viesse, é o Suárez ou o Cavani mas não depende de mim".

Ano passado marcastes contra as grandes equipes como o Milan e a Inter... Tem uma grande que gostarias de marcar na Champions?
"No Real Madrid ou no Barcelona, certamente".

Antes falastes de desejos e nominastes Cavani. Amigos mandam mensagem, queria saber se houve alguma troca de uma parte ou de outra..."Não, não. Não falo com ele por mensagem. Agora ele vai para as Olimpídas, o deixo tranquilo".

Então falastes só do Uruguai...
"Sim, sim".