domingo, 18 de maio de 2014

Goleada, festa, taça: Juventus 3 a 0 no Cagliari!

Espetáculo no Juventus Stadium (foto: Ansa)

O jogo era festivo, o título era certo, mas a Juventus recebeu o Cagliari pela 38ª e última rodada da Serie A italiana mas tinha ainda muita vontade pela vitória em busca do número 102 na tabela de pontuação diante do seu estádio absolutamente lotado e com a incerteza da permanência do seu técnico que foi homenageado pela torcida em mais uma vitória da equipe de Turim na competição com recordes quebrados e taça ao céu depois da vitória tranquila por 3 a 0 com gols de Pirlo, Llorente e Marchisio ainda na primeira etapa.


Apesar da Juventus tentar os primeiros ataque, a primeira finalização foi do Cagliari com Ibarbo em fortíssimo chute de canhota exigindo grande defesa de Buffon logo aos três minutos mas foi a Velha Senhora que abriu o marcador em domingo pleno de sol em Turim: Falta de longe e Pirlo bate com efeito para bater no travessão e entrar ao bater também goleiro Silvestri e abrir a festividade para os fanáticos bianconeri.

A vontade da equipe da casa era contundente no resultado e a dobra da vantagem foi consequência aos 15 minutos quando Pirlo bateu escanteio e a bola sobrou no meio da área para Llorente evitar o zagueiro com o corpo e bateu no canto e ampliando a festa.
O Cagliari via a Juventus chegar e criar muitas jogadas interessantes mas sem finalizações precisas. Os visitantes tiveram outra grande chances mas Buffon voltou a operar grande defesa e evitar o vazamento da melhor defesa da competição em arremate do meio da área de Dessena.

A partida tinha perdido o ritmo intenso por calma da Juve mas a intensidade foi as alturas depois de golaço de Marchisio ainda na primeira etapa depois de trabalho de pivô de Llorente e domínio espetacular do camisa 8 para arrematar de maneira linda e incisiva. Bola na rete e 3 a 0 pra Velha Senhora na primeira etapa.

Jogo festivo e os 45 minutos finais da temporada para a campeã, digo, tricampeã. Conte aproveitou para colocar para debutar na temporada o goleiro brasileiro Rubinho (ex-Corinthians). A etapa foi tranquila, sem chutes a gol de nenhuma das partes, muitos aplausos para quem entrou e saiu, além de tantas e tantas homenagens para Antonio Conte e para que ele não deixe o clube de Turim.

Com a vitória, a Juventus se tornou a primeira equipe europeia a terminar a temporada acima da marca de 100 pontos; Chega também a marca inédita de 19 vitórias como mandante na temporada (vencendo, obviamente, todas), algo novo nas grandes ligas europeias; Encerra a temporada com o melhor ataque e a melhor defesa da competição na melhor campanha da história da Serie A italiana.

No final do jogo, após a invasão tradicional de torcedores, os atletas voltaram a campo para receber a taça sob festa e o primeiro a levantar o prêmio foi o capitão Gianluigi Buffon para o início, de fato, das festividades na cidade de Turim com passeada em carro aberto.