quarta-feira, 28 de maio de 2014

FIGC decide abolir co-propriedades de jogadores

Federação aboliu fórmula favorita de cartolas na Itália (foto: calciomercato-juve.it)
Como havíamos informado aqui, neste mesmo blog há pouco mais de um mês, a Federação Italiana de Futebol (FIGC), decidiu em reunião proibir novas co-propriedades de jogadores, a grande maneira de adiar pagamentos para não pesar muito o balanço em períodos para clubes. Agora que confirmada, outra tática deve ser usada: O empréstimo com opção/obrigação de compra. A decisão entra em vigor desde já mas aqueles atletas que já estão divididos com passe pertencente a dois clubes, tem que ter sua situação definida e clube definitivo até 1 de setembro de 2015. Novos casos não serão permitidos desde já.
A FIGC anunciou ainda que uma reunião está marcada entre dirigentes de clubes no dia 1 de setembro de 2014, após o fim do calciomercato para a temporada que virá, para mudar alguma coisa em vista da temporada 2015/2016. Fala-se que finalmente a Serie A se tornará um campeonato de 18 equipes, como desejam muitos presidentes de clubes.