domingo, 20 de outubro de 2013

Juve peca e Fiorentina não perdoa. 4 a 2 fora de casa.

Iluminado, Rossi comandou show Viola em Florença (foto: Corrieredellosport.it)

No estádio Artemio Franchi, a Fiorentina conseguiu vencer a Juventus em um jogo muito difícil para ambos e que acabou tendo grande reviravolta na segunda etapa, onde os mandantes se impuseram para conseguir virar para 4-2 diante da sua torcida com três gols de Giuseppe Rossi e um de Joaquin. Inúteis os gols de Tévez e Pogba no resultado justo para o time de Florença.

O jogo começou de maneira estranha, com Rossi sentido desconforto e sendo atendido nos minutos iniciais, aparentemente tudo ok com ele.
Sem arremates a gol, o início da partida acabou marcado pelas jogadas bem evitadas pelas equipes e suas defesas.
O primeiro arremate saiu com Tévez mas fraco e fácil para o goleiro brasileiro Neto. O zagueiro Roncaglia também aparecia no ataque e buscava bons arremates, exigindo defesas de Buffon. Do outro lado, Neto ia bem quando acionado.
A etapa acabou ficando franca, com as equipes se lançando mais ao ataque em dois lances cada, ainda sem arremates, até Gonzalo Rodriguez cometer pênalti em Tévez aos 36 minutos. O próprio camisa 10 marcou, fazendo seu quarto gol na competição.
A Juve seguia melhor e conseguiu ampliar o marcador. Pogba tentou passe infiltrado pra Asamoah mas Cuadrado deu um carrinho pra antecipar o colombiano e o goleiro brasileiro Neto mas a bola subiu e ficou limpa para o mesmo Pogba concluir de carrinho.
 
Sem alterações, a segunda etapa começava indicando o mesmo da primeira: A Fiorentina tentava o ataque mas a Juve era mais perigosa em contra ataques iniciados com recuperações na intermediária viola. 
Marchisio teve grande chance após receber de Llorente e dar drible no zagueiro mandante mas Neto fechou a porta, o mesmo em lance seguinte depois de cabeçada de Chiellini.
 
A Juve jogava melhor e preocupava a equipe viola que teve boa oportunidade em cobrança de falta de Matias Fernandes mas Buffon pegou de maneira tranquila no canto da sua meta. No lance seguinte, Llorente fez grande trabalho de pivô em linda jogada de Asamoah que chutou no meio do gol e exigiu firme defesa de Neto.
A Fiorentina teve chance melhor ainda para reabrir o jogo. Pênalti de Asamoah em Fernandes marcado por Nicola Rizzoli. Gol de Giuseppe Rossi aos 66 minutos, para incendiar o confronto. 
O jogo absolutamente explodiu para o mandante. Giuseppe Rossi conseguiu lindo giro aos 76 para bater forte, com efeito, no canto oposto de Buffon. Mas tinha mais: A Fiorentina conseguiu virar o marcador de maneira espetacular. Joaquin recebeu bola linda de Valero, livre no lado direito para tirar de Buffon dois minutos depois do empate. Mais dois minutos, mais um ataque livre e Giuseppe Rossi marcou o terceiro gol em lindo chute em curva, sem chances para o goleiro visitante.
 
A Juve até tentou mas sentiu demais os gols e a força da Fiorentina foi evidente, garantindo assim a grande vitória sobre os atuais campeões, de virada, diante da sua torcida.
 
Tabela:

Fiorentina: Neto, Roncaglia, Gonzalo, Savic, Pasqual, Ambrosini (Matias Fernandes, min.23), Pizarro, Aquilani (Joaquin min. 56), Borja Valero, Cuadrado, Rossi (Matos min. 84).
Juventus: Buffon; Barzagli, Bonucci, Chiellini; Padoin (Motta min. 82), Marchisio (Vidal min. 77), Pirlo, Pogba, Asamoah (Giovinco min. 79); Tevez, Llorente.
Placar: 0-1, min. 37, Tévez; 0-2, min. 39, Pogba; 1-2, min. 66, Rossi; 2-2, min. 76, Rossi; 3-2, min. 78, Joaquin; 4-2, min. 80, Rossi.
ÁRBITRO: Nicola Rizzolli. Cartões amarelos: Tévez (12 min.), Aquilani (15 min.), Barzagli (22 min.), Cuadrado (36 min.), Savic (57 min.), Pirlo (68 min.), Motta (87 min.)
INCIDENCIAS: Partida válida pela oitava rodada da Serie A Tim - campeonato italiano - disputada no estádio Artemio Franchi, em Florença.