quarta-feira, 16 de julho de 2014

Non molto Allegri - A Juve que virá

(foto: Pegaso)
O fatídico dia de 15 de julho será eternamente lembrado pela torcida da Juventus pela saída de Antonio Conte de uma maneira que o torcedor não esperava mas também o início de um novo ciclo com o novo treinador Massimiliano Allegri. O dia foi movimentado mas significativo em vista do futuro que virá para a gigantesca equipe de Turim mas a marca que fica é de a torcida pouco feliz com o acontecido.

A torcida, evidentemente, exigirá resultado magníficos e imediatos do novo comandante, todavia, Allegri tem alguns pontos positivos e negativos que podem influenciar e muito no andamento das novas águas na capital do Piemonte.

De acordo com apurações de canais televisivos italianos, Max deve usar o esquema 4-3-1-2, muito usado no seu Milan campeão italiano em 2010/2011, onde Pirlo e ele tiveram desavenças e este foi o motivo, de acordo com muitos, da saída do camisa 21 de Milão na época e provavelmente as coisas podem ter sido solucionadas entre ambos com uma boa conversa.

A escolha da direção parece emergencial e pode até ter sido mas é provável que os ditos Senadores do grupo (jogadores de liderança dentro do elenco), como Buffon, Chiellini, Storari, Pirlo, Marchisio, Barzagli e etc., tenham opinado ou consultados sobre tal nome para o cargo aberto por horas mas, como sabemos, já preenchido.

Caso se confirme o esquema 4-3-1-2, a expectativa é de ver os primeiros treinamentos sendo realizados com o seguinte time: Buffon; Lichtsteiner, Barzagli, Chiellini, Evra; Vidal, Pirlo, Pogba; Marchisio; Teve e Llorente.
Evidente que alterações serão feitas já que muitos estão de férias e o mercado aberto mas as indicações para quando todos retornarem é de que o time base será o descrito acima.

O mercado evidentemente teve reviravoltas interessantes para os apaixonados pelo setor:
  • Evra entrou em contato com seu agente e com a diretoria para saber do novo técnico e dos rumos do clube a partir de agora e como o contrato não havia sido depositado na Lega Calcio (Liga de futebol da Itália), se especulou que o jogador evitaria a vinda a Juventus, todavia, tudo não passou de boato e o jogador deve vir.
  • Iturbe não virá mais e falou-se que a decisão da desistência na última hora da parte da Juventus não envolvia o caso Conte, todavia, como Allegri nunca foi adepto a jogadores da função de ponta de ataque, a chegada foi descartada pela diretoria. Jogador assinou com a Roma.
  • Morata ainda é uma incógnita e sua chegada pode acontecer mas Allegri será consultado nas próximas horas. Chelsea, Monaco, Wolfsburg e outros times ainda sondam o terreno. De qualquer forma, as chances são pequenas pois ele não estava treinando com o grupo do Real Madrid até ontem (15), hoje (16) está.

O mercado de saída também tende a mudar pois ao invés de procurar jogadores de lado de campo, meio campistas capazes de cobrir as ordens de Allegri terão que ser contratados. Uma certeza é que tanto Giuseppe Marotta e Fabio Paratici trabalharão muito para tentar servir o melhor em vista dos milhões disponíveis a serem usados no mercado.

Um novo ciclo, um novo estímulo e novas ideias... Uma nova Juventus... De vitórias?