terça-feira, 2 de abril de 2013

Um grande Bayern bate fácil a Juve pela Champions League.



O grande duelo entre os gigantes Bayern München e Juventus foi nesta tarde de terça-feira e os alemães jogaram um futebol preciso e belo em todos os aspectos para sair na frente nas quartas de final da UEFA Champions League.

A Velha Senhora que atuou mal, sofreu gol inicial de Alaba para ceder de maneira súbita a força ofensiva dos quase campeões da BundesLiga. A recuperação pra volta ficou bem difícil depois do segundo gol, de Thomas Müller. Com o 2x0, a Juve tentou mas não conseguiu criar grandes ocasiões de gol. Na volta, precisa de 2x0 para levar para a prorrogação.

Mesmo com os cerca de oito mil torcedores italianos no Allianz Arena, a italiana Juventus não foi capaz de assustar os fanáticos do Bayern no jogo de ida desta fase atual da competição máxima da Europa. Com um grande futebol de todos os jogadores, a equipe de Munique comandou as ações do início ao fim e o começo culminou com o resultado.

Alaba chutou de maneira despretensiosa aos 25 segundos e contou com um desvio de Arturo Vidal para matar Buffon e abrir o placar.
Com Quagliarella e Matri no ataque, a bola não chegou na dupla que deu certo contra a Inter e os volantes Luiz Gustavo e Schweinsteiger dominaram de maneira completa o meio de campo. Com Müller, Ribéry e Robben (que entrou no lugar de Kroos que se machucou ainda na primeira etapa), quem tocou muito na bola foi Buffon, Barzagli, Bonucci e Chiellini mas sem conseguir sair jogando com Pirlo que pecou muito e Marchisio que ficou preso na marcação.

Sem criar ocasiões de gol, na segunda etapa, o jogo ficou ainda mais duro e Vidal e Lichtsteiner tomaram o cartão amarelo que culminou com as suas suspensões para o confronto de retorno mas quem mandava e desmandava era o Bayern e em chute de Gustavo, o goleiro Buffon espalmou para Mandzukic rolar pra Müller, livre, empurrar pro gol e fechar o resultado. 2x0.

Com o resultado, no dia 10, a Juve deverá fazer mais uma boa atuação para tentar retornar o resultado e tentar evitar o gol fora de casa dos alemães, que forçaria três gols de vantagem no agregado, para avançar.