terça-feira, 24 de abril de 2012

Direto de Vinovo: Entrevista de Conte pré-Cesena.

Manhã de entrevista e viagem para a Juventus do técnico Antonio Conte. O time bianconero viajou nesta manhã para Cesena, onde amanhã enfrentará o clube local pela 33ª rodada da Serie A. O jogo que deveria ter acontecido há quase 15 dias, teve de ser adiado devido ao falecimento de Piermario Morosini, do Livorno, na época.
Antes da viagem, Conte deixou o ct com a clássica entrevista de véspera:

É mais difícil jogar com um ou três pontos de vantagem?
"Sinceramente eu prefiro com três (risos). Sabemos o que enfrentaremos daqui pra frente. São cinco finais para jogar a vida para tentar coroar o sonho".

Quando estava atrás do Milan, dissestes aos teus jogadores que pra vencer eles deveriam suar. Ontem e hoje, o que disseste?
"Temos sempre um diálogo porque é um momento importante. Hoje todos celebram a Juve, justamente. Justamente pelo que estamos fazendo. Mas ainda não ganhamos nada e temos que ter a humildade, o sacrifício, o trabalho, a dedicação... A falta disso não acontecerá pelos jogadores que tenho e temos obstáculos a superar".

Em que momento percebestes que poderia lutar por algo grandioso? Foi em alguma partida ou conversa com eles?
"Sabe, fomos crescendo ao longo da competição. Eles são sempre solícitos e disponíveis a trabalhar intensamente com humildade e sacrifício. Ajuda também por estarmos invictos. Em algum momento eu percebi que a autoestima crescia e isso ajudaria a continuar sonhando".

Já sabes como fará pra substituir o suspenso Quagliarella?

"Fabio está em um grande momento físico, assim como os outros atacantes mas faremos as necessarias avaliações sabendo que podemos contar com gente não confiável mas sim super confiáveis".

No ataque e meio chegaram jogadores mas na defesa são praticamente os mesmos que foram considerados fracos há quase um ano. Barzagli disse mudou totalmente o jeito de jogar...

"A defesa faz parte da ideia de jogo que tenho desde o primeiro minuto, tendo a bola o máximo possível. Trabalhamos com este meio de defender desfrutando também das características dos jogadores a disposição (Conte citou todos, um por um) mas não nos esqueçamos que o meio e o ataque ajudam muito nisso".

Pela primeira vez, parece que vocês tem algo a perder, até por agora considerarem você favoritos a poucos jogos do final. Temes que isto possa condicionar a parte do grupo que ainda não tem títulos?
"Estamos curiosos para ver o nosso comportamento. É inevitável que estes rapazes tenham superado momentos com provações estraordinárias. Penso que amadurecemos, acreditamos, mostramos personalidade. Penso que não temos nada a perder já que daremos o máximo até o fim. Conquistamos a vaga na UCL com cinco rodadas de antecipação. Me ensinaram que primeiro temos que vencer pra depois falar. É justa a celebração pelo que fizemos até agora e a torcida sabe que apesar disso, ainda faltam jogos e isso não nos atrapalhará".

Pode ser uma vantagem jogar as duas no sintético seguidamente?
"É o mesmo discurso das partidas fáceis: Fácil e sempre depois de vencer, caso contrário é desvantagem".

Outros treinadores dão percentuais sobre a importância do técnico num resultado. O que pensas?

"O treinador não é nada se os jogadores não se disponibilizam e não acreditam no seu plano de jogo. Daí é zero porque tudo é anulado. Os jogadores são como máquinas, são os motores, a parte mais importante é a deles mas inevitavelmente terá alguém para comandar e gerir está máquina. Os jogadores que devem ser exaltados".

É possível refazer uma temporada como essa?
"Eu não sei por não conhecer o nosso futuro. É uma temporada estraordinária de qualquer modo estamos de volta no cume do futebol nacional e europeu".

Daqui a 13 de maio temes mais vocês ou os adversários?
"O temor não devem existir. Se eu tivesse mandaria coisas negativas aos meus jogadores. Temos que ser bravos para gerir também o psicológico dos atletas".

Pensas em fazer um turnover já que são jogos muito próximos?
"O time tá bem, faço as escolhas para vencer o jogo e se mudo alguma coisa é porque querer algo a mais. Escolherei sempre a melhor formação, que me dá mais garantias. Devemos estar atentos aos adversários para fazê-los mau, devemos estar atentos".
 


Mais tarde as informações do treino em Cesena.