domingo, 1 de abril de 2012

Com grande defesa e contra ataques, Juve goleia o Napoli.


Finalmente a hora chegou da rodada da Serie A ser fechada entre Juventus e Napoli neste domingo.
A Velha Senhora entrou em campo de uniforme rosa para conseguir mais uma vitória e por goleada.

Juventus (3-5-2): Buffon; Barzagli, Bonucci, Chiellini; Lichtsteiner, Vidal, Pirlo, Marchisio, De Ceglie; Borriello, Vucinic
A disp: Storari, Caceres, Pepe, Giaccherini, Del Piero, Quagliarella, Matri. All.: Conte

Napoli (3-4-2-1): De Sanctis, Campagnaro, Cannavaro, Aronica, Maggio, Inler, Gargano, Zuniga, Hamsik, Lavezzi, Cavani.
  

A Juve pressionava desde o início e em poucos minutos a Juve já tocava a bola e buscava o gol em bola cruzada por Pirlo que passou dentro da pequena área sem ser tocada por ninguém.
O time visitante chegou bem em tabela de Lavezzi e Hamsik, mas o eslovaco adiantou e Buffon só protegeu a saída da bola.
Com mais alguns minutos de jogo em que a Juve custava a chegar com a bola no ataque e o Napoli apenas tentava, mas também não conseguia criar perigo. Aos 24 minutos, Maggio saiu machucado para a entrada de Dossena, com Zuñiga passando pro lado direito da ala do Napoli.
O jogo seguia com a Juventus errando muitos passes e o Napoli buscando o contra ataque, com a marcação qualificada.
Com essa constância, o primeiro  tempo terminou e a Juve teve três cartões até o fim da etapa: Lichtsteiner por reclamação, Vidal e De Ceglie por faltas duras.

O segundo tempo começou do mesmo jeito, até pelas equipes iguais ao do fim da etapa anterior.
Aos 52'a mudança. Em falta cobrada por Pirlo, a bola sobrou pra Vucinic que bateu e a bola desviou em Bonucci, que dessa vez se mostrou um bom homem de tabela pró-Juve e o gol inaugural do jogo.
Juve 1x0.

O Napoli tentou responder com Pandev no lugar de Inler. A Juve se defendia bem e evitava as jogadas dos partenopei.

Aos 65', Conte mudou com Cáceres por Lichtsteiner.
Quatro minutos depois entrou Quagliarella no lugar do sempre vaiado Borriello, que mais uma  vez foi mal.
O Napoli botou Dzemaili no lugar de Hamsik.

Em mais um contra ataque parado, a Juve recebeu mais um cartão, agora com Marchisio com falta em Pandev.

A equipe visitante perdeu a bola, mais um roubo do Vidal.
O chileno correu pra ponta esquerda pra dar espaço, a bola chegou nele, ele pedalou, entortou o marcador pra direita, cortou pra esquerda e bateu de canhota no ângulo oposto pra ampliar o placar. Juve 2x0. O gol confirmou a atuação perfeita do chileno.

Festa absoluta na parte mais alta das tribunas com Andrea Agnelli, Giuseppe Marotta, Pavel Nedved, Lapo Elkann, John Elkann e etc.

Mais uma vez a Juve subia no contra ataque e tudo começou com Cáceres e Vidal, com beloz e rápidos toques.

Minuto 82 e Vucinic deixa o time para a entrada de Del Piero.
Já no minuto seguinte, Del Piero já escorou bolão pra Quagliarella que soltou uma bomba no canto entre De Sanctis e a trave. 3x0.

Zuñiga "caprichou"na cotovelada em Chiellini para a expulsão do colombiano.
Del Piero seguia tentando e encantando com a sua plasticidade mas a bola não queria entrar desta vez.

Barzagli, Bonucci e Chiellini humilharam o trio Cavani, Hamsik e Lavezzi no duelo mais falado desta partida ao longo de toda a semana.

A Velha Senhora assim foi cozinhando o jogo até o fim, para assegurar mais três pontos na tabela.
----
A Juve agora chegou a -2 do Milan na tabela de classificação.

Mais tarde os gols.