domingo, 10 de novembro de 2013

Juventus faz dever e goleia Napoli em casa

Llorente, Pirlo e Pogba decidem (foto: Agência LaPresse)


A décima segunda rodada da Serie A italiana se encerrou nesta tarde com dois jogos. Em Turim, a Juventus recebeu e venceu o Napoli de goleada para manter a caça a Roma e a vice-liderança isolada na competição devido ao gol de Llorente e obras primas de Pirlo e Pogba ... Em Florença, a Fiorentina voltou a vencer em casa derrotando a Sampdoria graças a mais uma grande atuação de Giuseppe Rossi em partida marcada por monólogo dos mandantes até a parte final da segunda etapa, quando a Samp voltou no jogo com Gabbiadini mas insuficiente para buscar o empate.


Com início explosivo, a Juventus, empurrada pelos seus torcedores, chegava firme já no primeiro ataque em jogada trabalhada que acabou com chute de Pogba exigindo grandíssima defesa de Reina. No escanteio curto rolado para trás, Isla chutou, Tévez desviou e a bola acabou sobrando para Llorente levemente adiantado mas com posicionamento ruim, o auxiliar não levantou a bandeira e o espanhol comemorou seu segundo gol na Serie A. 1 a 0 Juventus.

Jogando melhor, a Juve seguiu perto da área azul e quase marcou o segundo com Bonucci de cabeça mas Reina fez defesa maravilhosa, salvando o time do sul de um prejuízo maior ainda antes dos dez minutos de jogo.

O Napoli pouco a pouco subia ao ataque, avançando no campo defensivo do time do norte e conseguiu bom arremate com Insigne aos 20, firme defesa para Buffon. No lance seguinte, Higuaín acabou conseguindo bom giro sobre Ogbonna mas o forte chute foi sem a devida direção.

O jogo finalmente se equilibrou sem ninguém desbancando na posse de bola e o Napoli chegou mais uma vez e Insigne tentou belo chute cruzado, sem perigo absoluto de gol, mas exibindo a sua criatividade. A Juve chegou minutos depois com Llorente em cruzamento de Isla para forçar mais uma defesa de grande posicionamento de Reina. Mas a tréplica napolitana saiu com Insigne em grande chute de longa distância que assustou Buffon.

Sem alterações, o Napoli buscava desde o início o empate e conseguia chegar na intermediária sempre com perigo, crescendo de maneira constante no jogo. Insigne voltou a gerar perigo em linda cobrança de falta que acabou sendo espalmada por Buffon novamente. A Juventus voltou a aumentar a intensidade e Vidal exigiu defesa de Reina que espalmou para Tévez bater fraco e nas mãos do goleiro espanhol.
O jogo seguia quente e faltoso apesar de a arbitragem tomar decisões vistas como polêmicas pela equipe azul, que chegou em chute de Hamsik batendo na rede pelo lado de fora aos 64 de jogo.

A grande chance acabou saindo em jogada espetacular da Juve, com toques rápidos desde a defesa, deixando Vidal na cara do gol. Todavia, Reina fechou bem o canto e o chileno bateu na rede pelo lado de fora, deixando o técnico Antonio Conte com a mão na cabeça.

A partida finalmente teve a rede voltando a balançar e com um lance genial: Andrea Pirlo voltou a marcar na competição em cobrança de falta de jeito que é habitual para o ex-jogador do Milan. Cobrança no ângulo de Reina que nada pode fazer a partir do momento que a bola passou pela barreira aos 74 de jogo, frenando a reação partenopei.

O Napoli não deixava de tentar e Hamsik achou Insigne novamente que bateu de canhota e exigiu defesa fenomenal de Buffon no próprio canto. Mas o lance seguinte acabou fechando o jogo de jeito para os visitantes: Pogba recebeu de Vidal na entrada da área para dominar e na meia altura chutar forte, com efeito e deixar Reina no chão para fazer o terceiro da Juventus, fechando o placar em Turim; 3 a 0 Juventus apesar das tentativas do Napoli até o último minuto.


Tabela:
Juventus: Buffon; Barzagli, Bonucci, Ogbonna; Isla, Vidal (Marchisio, min. 86), Pirlo, Pogba, Asamoah; Tévez (Peluso, min. 84), Llorente (Quagliarella, min. 88).

Napoli: Reina; Maggio, Fernandez, Albiol, Armero; Behrami, Inler (Zapata, min. 79); Callejón (Mertens, min.71), Hamsik, Insigne; Higuain.

Placar: 1-0, min. 2, Llorente; 2-0, min. 74, Pirlo; 3-0, min. 80, Pogba.

ÁRBITRO: Gianluca Rocchi (ITA). Cartões amarelos: Bonucci (min. 51), Ogbonna (min. 57), Hamsik (min. 61), Vidal (min. 72), Ogbonna (min. 83). Cartões vermelhos: Ogbonna (min. 83)

INCIDENCIAS: Partida válida pela 12ª rodada da Serie A do campeonato italiano, disputada no Juventus Stadium de Turim.


Lembrando então como foi esta 12ª rodada com os seguintes jogos:
Genoa 2x0 Hellas Verona;
Atalanta 2x1 Bologna;
Chievo 0x0 Milan;
Cagliari 2x1 Torino;
Parma 1x1 Lazio;
Roma 1x1 Sassuolo;
Catania 1x0 Udinese;
Internazionale 2x0 Livorno;
Fiorentina 2x1 Sampdoria;
Juventus 3x0 Napoli.