quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Juventus volta de Verona com os três pontos, mas com polêmica

Quagliarella voltou a marcar contra o Chievo (foto: LaPresse)


Em meio de semana com rodada pela Serie A italiana, a Juventus visitou ao Chievo em Verona e conseguiu os três pontos após lance muito polêmico protagonizado pelo auxiliar do árbitro Nicola de Marco. Com gol contra de Bernardini, a Juve virou o jogo e segue invicta.

A primeira possibilidade de gol saiu em um cruzamento de Peluso, que tinha espaço para tentar centros, para Pogba porém cabeçada foi sobre a meta.
Apenas no setor defensivo, o Chievo seguia firme mas buscava espaço e conseguiu. Em saída de jogo, Buffon fez passe curto e Sardo pescou Thereau livre na área para arrematar de primeira, abrindo o marcador.

A Juventus buscava aumentar o ritmo ofensivo e pressionar o Chievo e conseguia se aproximar da meta de Puggioni. Quagliarella tentou em forte arremate dos 28 metros  para o goleiro socar a bola, afastando o perigo.

Aos 42 minutos de jogo, Llorente teve grande chance de empatar após cruzamento desviado de Isla mas o espanhol cabeceou de maneira frágil para Puggioni segurar firme e salvar o resultado na primeira etapa.

Na segunda etapa, com pouco mais de um minuto, grande cruzamento de Pogba para Quagliarella ter que cabecear e chutar, ambas as chances bloqueadas por Puggioni, mas na terceira tentativa a bola balançou a rede para empatar o duelo em Verona.
O lance polêmico da partida aconteceu aos cinco da segunda etapa. Bentivoglio chuta e Buffon espalmou pra frente e Paloschi chutou pra dentro do gol, porém o auxiliar acabou marcando um impedimento clamorosamente inexistente.

Marchisio voltava a campo de maneira tímida mas quase virou o marcador em chute desviado da defesa. A Juve seguia mais frequente no campo ofensivo que defensivo e acabou conseguindo a virada aos vinte minutos da etapa. Cruzamento de Pogba novamente e desvio de Bernardini contra a própria meta, virando o placar para a Juventus.

O Chievo mudou buscando o empate mas com marcação firme, a Juve defendia o resultado e o fez até o final, sem correr qualquer perigo e exigir mais de Puggioni, conseguindo os três pontos importantes em duelo fora de casa.

Tabela:

Chievo: Puggioni; Sardo, Claiton, Bernardini, Cesar, Dramè; Bentivoglio, Rigoni, Estigarribia (Radovanic, min. 61); Théréau (Pellissier, min. 87), Paloschi (Ardemagni, min. 64).
Juventus: Buffon; Barzagli, Ogbonna, Chiellini; Isla, Pogba, Pirlo, Marchisio, Peluso; Quagliarella (Tévez, min. 75), Llorente (Vidal, min. 88). 
 
Placar: 1-0, min. 28, Thereau; 1-1, min. 47, Quagliarella; 1-2, min. 65, Bernardini (contra). 
 
ÁRBITRO: Nicola De Marco. Cartões amarelos: Sardo (min. 50), Bentivoglio (min. 51)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 5ª rodada da Serie A, disputada no estádio Marco Antonio Bentegodi
















abela:
Chievo: Puggioni; Sardo, Claiton, Bernardini, Cesar, Dramè; Bentivoglio, Rigoni, Estigarribia (Radovanic, min. 61); Théréau (Pellissier, min. 87), Paloschi (Ardemagni, min. 64).
Juventus: Buffon; Barzagli, Ogbonna, Chiellini; Isla, Pogba, Pirlo, Marchisio, Peluso; Quagliarella (Tévez, min. 75), Llorente (Vidal, min. 88).
Placar: 1-0, min. 28, Thereau; 1-1, min. 47, Quagliarella; 1-2, min. 65, Bernardini (contra).
ÁRBITRO: Nicola De Marco. Cartões amarelos: Sardo (min. 50), Bentivoglio (min. 51)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 5ª rodada da Serie A, disputada no estádio Marco Antonio Bentegodi