sábado, 18 de maio de 2013

Samp e Juve fazem bom jogo com vitória dos mandantes.

Sob forte chuva durante todo o dia, Sampdoria e Juventus concluíram agora a pouco as suas respectivas e distintas temporadas na Serie A, temporada 2012/2013. Os blucherchiati receberam e bateram os campeões da Itália pela segunda vez, sendo a única equipe a não sofrer uma derrota da Juve nesta temporada de título para a equipe de Torino. Com gols de Éder, De Silvestri e Icardi, os mandantes viraram sobre o gol inicial de Quagliarella. No final o belíssimo tiro de Giaccherini foi inútil, 3x2 para o time do técnico Delio Rossi.
Mesmo com muitos reservas, a Juventus foi motivada para o jogo contra a Sampdoria no Luigi Ferraris, a intenção era de evitar a segunda derrota para o time de Genova na competição (2x1 no final do primeiro turno com gols de Icardi) e tudo começou bem, com jogo equilibrado e franco por ambas as partes até que aos 28 de jogo, Quagliarella desfrutou passe magistral de Pirlo para bater o brasileiro Da Costa na saída da meta. Alguns minutos depois, a Samp empatou em pênalti polêmico apitado pelo árbitro Andrea Gervasoni, após suposta falta de Chiellini em Icardi, que havia pulado para alcançar a bola de maneira inútil, em cruzamento alto demais. Mesmo com toda a polêmica, o atacante Éder colocou na rede, empatando o jogo.

Na segunda etapa, ainda com chuva, o ala De Silvestri aproveitou desatenção defensiva de Isla e aproveitou bom cruzamento da ponta direita para virar o jogo. 
A Juve tentava em grande parte das vezes pelos lados mas com Quagliarella sempre responsável pelos arremates a gol. Antonio Conte tentou mudar até com Bendtner mas logo em seguida, em contra ataque puxado por Estigarribia, Icardi colocou pra rede, mesmo com dificuldade, marcando o seu décimo gol na temporada e dando alívio temporário para os molhados fanáticos torcedores da Samp.

Logo após o gol, mais um lance duvidoso. Quagliarella se prepara para tentar lance acrobático depois que a bola espirrou na área e foi tocado pelo defensor Mustafi, Gervasoni marcou o pênalti, mantendo critério da penalidade duvidosa dada na primeira etapa, porém, segundos depois cancela a marcação admitindo o erro e dando bola ao chão.

Alguns minutos depois, a nota triste. Bendtner subiu em dividida e acabou caindo apoiado no braço e teve uma luxação no pulso esquerdo, a qual o tirou do jogo.
No finzinho, deu tempo para Giaccherini aproveitar cruzamento rasteiro de Lichtsteiner para bater no ângulo e fechar o placar, apesar de tentativa de Pirlo em cobrança de falta a segundos do fim.
Final, Sampdoria 3x2 Juventus.