quinta-feira, 16 de maio de 2013

Pirlo fala e acaba com boatos: "Nada de Real. Fico na Juve para vencer tudo!".

Em uma entrevista para o jornal Corriere dello Sport desta sexta-feira, o líder do meio de campo da Juventus e uma das figuras mais significativas no futebol italiano atualmente, o camisa 21 Andrea Pirlo falou sobre vários assuntos, como mercado, futuro, Milan, seleção e etc..
Confira a entrevista com todas as respostas do jogador da bianconero:


Sobre boatos de ida para o Real Madrid: "Os temores dos torcedores não tem fundamento, fico em Torino junto com Conte. Ancelotti é grande treinador e somos ligados, mas a minha realidade é bianconera: Quero continuar a vencer com esta camisa".

Sobre Conte: "Pessoalmente não tenho dúvidas: será treinador da Juve por muitos anos. Pode-se perder alguma coisa, o importante é manter dentro de si a motivação: Vencer é sempre belo".

Objetivos presentes na Juve, Champions e Scudetto: "Não teremos problemas na renovação, mesmo que quando for mais velho, posso fazer uma escolha como fez Del Piero. No passado, declinei a transferência para o exterior algumas vezes mas sempre pensei que seria experiêcia positiva. Este anos presenciamos a diferença que nos separa dos grandes da Europa, estávamos invictos até o Bayern que é fortíssimo e, na verdade, foi a final atropelando o Barcelona. Devemos crescer, melhorar e o faremos: Vencer a Champions é duro mas temos o dever de pensar grande. Só a Juve do quinquênio, nos anos trinta, venceu três campeonatos seguidos. Imita-la seria belíssimo. O próximo será um belo campeonato, o importante é saber achar dentro de sí a motivação".

O passado rossonero: "O presidente Berlusconi não escondeu jamais o desgosto pela minha saída do Milan, dizendo que se eu tivesse passado mais tempo com ele, seria diferente. Galliani me pediu para não assinar com a Juve... Águas passadas, ficam as boas lembranças e bons relacionamentos, também com Allegri".

A seleção: "Avaliarei temporada a temporada na base da vontade, do físico e do entusiasmo. Quando não me sentir no melhor das condições digo basta".

Conselhos para mercado e substitutos: "A Juve não saberia indicar um nome só, o nosso segredo é o coletivo. Todos dividimos sacrifícios e méritos. Verratti tem as características ideais para recobrir minha posição. O PSG foi bravo em tê-lo".

Palavras de um pilar sólido na Juventus e na Seleção italiana.