domingo, 23 de março de 2014

Em jogo físico, a técnica de Tévez para a Juve vencer o Catania: 0 a 1

Tévez decide em tarde sem inspiração da Juve (foto: Ansa | Tuttosport.com)
O argentino Carlos Tévez foi decisivo mais uma vez para a Juventus em mais uma vitória, a 25ª em 29 rodadas da Serie A, para derrotar o Catania fora dos domínios da líder da competição italiana. O gol na segunda etapa foi o que bastou para vencer e retomar a vantagem de 14 pontos sobre a Roma na tabela do campeonato nacional.


O jogo em Catania começou muito quente, com muito contato e cartões amarelos antes dos dez minutos iniciais. A Juve tentava no segundo minuto e Vidal empurrou pra rede dos mandantes mas o jogo havia sido paralizado depois de falta discutível de Bonucci. O primeiro ataque do Catania foi com Rinaudo que chute a gol com espaço, direto pra fora. A equipe da ilha da Sicília acabou investindo mais ao ataque nos minutos seguintes mas a defesa da Juventus não deixava a bola chegar em Storari, principalmente com Cáceres em dois lances seguidos. O jogo seguia muito faltoso e o juiz aceitava, tanto que os jogadores mantinham a dureza enquanto Antonio Damato cansou das reclamações dos técnicos e decidiu expulsar ambos (Rolando Maran e Antonio Conte, de Catania e Juventus, respectivamente) com 25 de partida.

A Juventus teve uma grandíssima chance com Osvaldo que pensou estar em posição irregular e tocou de calcanhar pra fora, todavia, a posição era legal e o árbitro apenas deu tiro de meta. O jogo seguia mais parado do que com bola rolando, gerando apenas 25 minutos de bola rolando e sem arremates dos times, encerrando a primeira etapa de maneira bruta e sem qualquer ação de perigo real para os goleiros Andujar e Storari já que tivemos arremates pra fora ou com as defesas bloqueando os arremates.

A segunda etapa começou com aparente vontade das equipes em mudar o panorama fechado da partida. A Juve conseguiu uma grandíssima chance com Osvaldo após tentativa de voleio do ítalo-argentino que passou sobre a trave de Andujar. O goleiro argentino não teve sorte no lance seguinte: Lançamento longo, Osvaldo trombou com os zagueiros e a bola sobrou para Tévez invadir e bater forte, com desvio de Andujar, para morrer de leve no fundo da rede no sul da Itália e abrir a vantagem para a líder da competição. Juventus 1 a 0.

O Catania tentava empatar e quase conseguiu em cruzamento de Barrientos do lado esquerdo com desvio de Chiellini na pequena área. Minutos depois, Bergessio voltou a trombar com Chiellini e foi expulso em lance duvidoso, mas que poderia ter acontecido antes, ainda na primeira etapa, todavia, a expulsão no momento em que aconteceu pareceu equivocada pelo árbitro.

O jogo tendia a Juventus ampliar e as chances surgiam mas Tévez e Vidal perderam chances interessantes para os bianconeri. O argentino voltou a assustar os sulistas roubando da defesa e ficando diante de Andujar para chutar de canhota pra fora, perdendo a melhor chance da segunda etapa. Nos minutos finais, a Juve tentou um contra ataque no desespero do Catania e perdeu chance espetacular com Lichtsteiner e Pirlo mas o lance não fez falta já que a partida se encerrou com o placar magro, contudo, merecido para a Juventus que voltou a ampliar a vantagem na liderança para 14 pontos perante a Roma.

Tabela:

Catania: Andujar; Bellusci (Leto, min. 60), Gyomber e Rolin; Izco, Plasil (Peruzzi min. 82), Lodi, Rinaudo e Monzon; Bergessio, Barrientos (Keko, min. 84).
Juventus: Storari, Caceres, Bonucci, Chiellini, Lichtsteiner, Vidal, Pirlo, Padoin, Isla (Asamoah, min. 66), Tevez (Giovinco, min. 87), Osvaldo (Llorente, min. 63).
Placar: 0-1, min. 59. Tévez;
ÁRBITRO: Antonio Damato (ITA). Cartões amarelos: Gyomber (min. 3), Bergessio (min. 8 e 67), Osvaldo (min. 14), Rolin (min. 87). Cartão vermelho: Bergessio (min. 67)
INCIDÊNCIAS: Confronto que fechou a rodada número 29 da Serie A Tim, disputada no estádio Angelo Massimino, em Catania.