domingo, 16 de março de 2014

Buffon defende, Pirlo marca e Juve vence Genoa fora de casa: 0 a 1!

(foto: LaPresse)
A tarde foi de jogo equilibrado e sem tantas finalizações no estádio Luigi Ferraris, onde a Juventus venceu o Genoa jogando fora de Turim, para obter três pontos fundamentais na luta pelo título italiano. Buffon pegou pênalti batido por Calaiò e Pirlo decidiu com cobrança de falta genial faltando minutos para o fim do jogo e explodindo o setor da torcida visitante em Genova, com a pintura do craque da seleção italiana e a vitória dos bianconeri.


Os problemas pra Juventus comevam antes mesmo da bola rolar. A intenção de Conte era preservar Asamoah e Chiellini mas Peluso voltou pra Turim por gripe forte e Barzagli sentiu antes do jogo, no aquecimento, forçando o ala ganês a jogar junto do zagueiro Cáceres. Tévez, grande destaque do time na temporada, ficou de fora da partida por dores no joelho direito.

Os primeiros quinze minutos foram de substancial equilíbrio entre as equipes, resultando em muito perde e ganha sempre na faixa central, fazendo os goleiros serem espectadores neste período. Com vinte minutos, um bate-rebate em que a defesa chutou a bola que bateu em Llorente, sobrou pra Osvaldo marcar, porém em posição de impedimento. Com os poucos lances de ataque, o jogo era marcado por muitas trombadas e bolas altas mas sobretudo pouco espaço. O Genoa conseguiu contra ataque interessante mas Bertolacci arrematou forte e sem precisão.

A Juventus mais uma vez foi as redes mas o gol foi anulado de Osvaldo, desta vez de maneira incorreta, após passe de letra de Pogba, deixando a equipe juventina irritada. Pogba subia no jogo e arrematou no lance seguinte para quase acertar o canto e desperdiçando a última chance da primeira etapa.

O Genoa acabou creando a grande e melhor chance da partida no início da segunda etapa após grande bola tramada pelo lado esquerdo com direito a toque de letra de Gilardino, todavia, Bertolacci cara a cara com Buffon chutou em cima do goleiro e no rebote Motta chutou cruzado mas pra fora, tirando suspiros dos fanáticos de Genova.

O jogo mudava de cara quando Llorente recebeu na área e tentou cruzar. A bola bateu na mão de Antonelli mas nada foi marcado pela proximidade da bola. No lance seguinte o oposto só que mais longe da bola, Vidal tocou com o braço e o pênalti foi marcado para os mandantes. Calaiò foi pra cobrança e bater para Buffon espalmar e evitar o balançar das redes e o placar alterado no Luigi Ferraris.

As equipes buscavam cada vez mais o ataque e esbarravam na firmeza das defesas. Quando alguém chegou com efetividade foi o Genoa que esbarrava sempre em Buffon e na falta de precisão dos seus finalizadores. A Juventus não conseguia finalizar mas tinha um homem chamado Andrea Pirlo, que aproveitou falta no penúltimo minuto de partida para cobrar com precisão, no ângulo, sem qualquer chance para Mattia Perin e fazer o gol do jogo.

O time mandante tentou mas não foi capaz de superar a defesa da Velha Senhora, que venceu mais uma na competição e está com 17 pontos

Tabela:

Genoa: Perin; Burdisso, De Maio, Marchese; Motta, Sturaro, Matuzalem, Bertolacci, Antonelli; Gilardino (Calaiò, min. 64), Sculli.
Juventus: Buffon, Cáceres, Bonucci, Chiellini, Lichtsteiner (Isla, min. 85), Vidal (Padoin, min. 85), Pirlo, Pogba, Asamoah, Llorente, Osvaldo (Quagliarella, min. 79).
Placar: 0-1, min. 89, Pirlo
ÁRBITRO: Nicola Mazzoleni (ITA). Cartões amarelos: De Maio (min. 12), Sturaro (min. 22), Sculli (min. 25), Gilardino (min. 28), Vidal (min. 50), Pogba (min. 61),
INCIDENCIAS: Jogo válido pela 28ª rodada da Serie A Tim, disputado no estádio Luigi Ferraris de Genova.