segunda-feira, 21 de maio de 2012

Uma derrota para o bem do futuro.

Um dia duro, ao qual não estávamos mais acostumados. Neste domingo, a Juventus voltou a perder depois de um loooooooooooongo período.
Hoje, as reflexões podem e devem ser feitas de maneiras equânimes e positivas para o futuro que é a próxima temporada.
Perder é ruim, mas...
Para você que não sabia, a Juventus perdeu pela última vez na pré-temporada durante o Trofeo Tim, torneio que se joga em partidas de 45 minutos mas em um jogo completo, a derrota mais recente foi para o Sporting, gol de Yannick Djaló.
Ontem o Napoli comprovou ser o segundo melhor time, no fim das contas, da Itália até pelo bom resultado na UEFA Champions League, sem ter tanta credibilidade da mídia do resto da Europa.
A Juventus foi o melhor time da temporada, isto é inegável mas ontem, talvez pela emoção da despedida de Del Piero e também pela tranquilidade com o título da Serie A, a Velha Senhora esteve muito calma e até desatenta ao longo da partida com o ataque partenopei.
A culpa é de todos, tanto dentro quanto fora de campo mas isto não deve mais ser considerado.
Pensemos sobre o futuro.

A derrota deve servir e muito para o time voltar a terra e saber que a derrota é um resultado que pode acontecer no campo de jogo.
A derrota pode servir também para a diretoria entender as necessidades do grupo.
A derrota pode fazer bem também para quando a próxima derrota vier na temporada que vem e entender o quão significativo o empenho dentro do campo importa e a atenção é importantísima ainda mais contra times qualificados, como o Napoli é e como será contra qualquer adversário na próxima UEFA Champions League.

O momento agora é do mercado e de entender as carências reais do grupo e muitas coisas acontecerão daqui pra frente e esperamos, coisas boas.