domingo, 6 de maio de 2012

Contanto com a sorte, Juve vence o Cagliari e conquista o título.

Muita gente em Trieste, no estádio Nereo Rocco para o jogo entre Cagliari e Juventus.
Os torcedores juventinos surgiram de todos os cantos da Europa para ver a líder da Serie A tentar garantir o Scudetto com uma rodada de antecipação e o Cagliari buscava manter uma série positiva em casa.


Os times vieram a campo com:
Cagliari (4-3-3) Agazzi; Pisano, Canini, Astori, Ariaudo; Ekdal, Conti, Nainggolan; Ibarbo, Pinilla, Thiago Ribeiro.
A. disp: Avramov, Perico, Gozzi, Dessena, Cossu, Nenè, Larrivey. All. Ficcadenti
Juventus (3-5-2) Buffon; Barzagli, Bonucci, Chiellini; Lichsteiner, Vidal, Pirlo, Marchisio, Pepe; Matri, Vucinic.
A. disp: Storari, Caceres, Giaccherini, Estigarribia, Del Piero, Quagliarella, Borriello.
Árbitro: Orsato

A Juve começou com tranquilidade, tocando a bola sem pressa e esperando momento  bom para chegar avante.
Aos 6’ Vucinic recebeu passe em posição de limite, infiltrou a área e tocou na saída de Agazzi para abrir o marcador para a Velha Senhora.
Minutos depois, Vidal recebeu cartão amarelo e o seu campeonato se encerrou por isso, pois ele estava pendurado e não joga contra a Atalanta na última rodada.
Tentativa da Juve com Pepe mas o chute foi bem defendido por Agazzi.
Susto grande aos 21’ com uma cabeçada entre Lichtsteiner e Pinilla. Pior para o suíço que teve que sair do jogo para a entrada de Cáceres aos 25’ após minutos parado. Os maqueiros ou socorristas se mostraram serenos sobre a situação do lateral juventino.
O jogo aparentava semelhante ao contra o Lecce e a Juve perdia gols e buscava ampliar para evitar um “deja vù”.
Aos 36’ ocasião muito boa para o time da Sardegna com Pinilla, que chuta bem de fora da área mas a bola passou perto, por pouco.
No minuto 45’, a Juve voltou a atacar com Pepe e a bola passou perto do segundo pau, mas pra fora.

O primeiro tempo acabou assim, 0x1 pra Juventus e 1x1 entre Inter e Milan em Milano.
Com o título ficando, temporariamente na mão da Juve.

Sem mudanças no intervalo, os times recomeçaram o jogo enquanto Ibrahimovic virava para o Milan no San Siro, adiando temporariamente a decisão para a última rodada.

Logo aos 5', cartão para Chiellini por falta e o Cagliari mudou com Thiago Ribeiro dando lugar para Cossù.

A Inter empatou em Milano com Milito de penalti, 2x2 lá e o título voltava temporariamente pra Juventus.

O jogo seguia truncado na segunda etapa em Trieste e Cossù recebeu cartão por falta, assim como Pepe, que recebeu por simular falta.

Na Juve, Conte mudou tirando Vidal e colocou Giaccherini.
O Cagliari mexeu com Larrivey no lugar de Ibarbo.
A Juve seguia dominando territorialmente mas o Cagliari assustava enquanto a Juve não conseguia marcar o segundo e tranquilizador gol.
A defesa do Cagliari seguia marcando bem deixando Matri em impedimento seguidas vezes, o mesmo acontecia com Pepe em algumas tentativas desfrutar um erro adversário.

Time bianconer sem brilho mas aparentemente seguro na defesa, contudo, um vacilo poderia ser fatal.
O maestro Pirlo era quem tranquilizava o jogo para a Juventus quando o time bianconero ficava com a bola no pé.

Aos 70' Conte mudou com Matri saindo para a entrada de Borriello que talvez pra segurar a bola um pouco mais avante.
Minutos depois, Cáceres cabeceou e a bola passou muito perto.
A tranquilidade veio no minuto seguinte, a bola foi cruzada da direita e Canini desviou mas a bola foi contra a rede de Agazzi e a Juve abria 0x2.

A torcida bianconera ficou ansiosa com o terceiro gol da Inter em Milano, Milito de penalti.
O Milan precisava fazer dois gols pra evitar o título antecipado da Juventus.
O torcedor juventino olhava a sua Juve e o coração se dividia com o jogo em Milano.

Conte já se empolgava mesmo com o fim do jogo ainda distante por alguns minutos.

O jogo ia perdendo toda a ação enquanto a Juventus tocava a bola esperando o fim do jogo e marcava o Cagliari até o fim do jogo.
A festa foi confirmada com o quarto gol da Inter, Maicon ampliava a vantagem e a Juve já vazia festa.

O jogo foi meramente conduzido até o final com o título pra Juventus de Conte.

Com dois de acréscimos, a torcida e Conte em festa, pulando todo no banco.

ACABOOU
A JUVENTUS É CAMPEÃ DA ITÁLIA!